“Enfermagem é fundamental ao SUS”, diz Sandro Rodrigues, nos 80 anos do curso da PUC-GO

Comemorações pelo pioneirismo da instituição na área contam ainda com a presença de superintendentes da SES-GO, enfermeiras de formação

Secretário Sandro Rodrigues: “É o profissional que está mais próximo do paciente, cuidando de vidas"

O secretário de Estado da Saúde de Goiás, Sandro Rodrigues, prestigiou, na manhã desta terça-feira (04.01), as comemorações dos 80 anos do curso de enfermagem da Pontifícia Universidade de Goiás (PUC-GO). Pioneiro no Centro-Oeste brasileiro, o curso teve sua importância destacada pelo secretário, por formar profissionais de fundamental importância para o Sistema Único de Saúde (SUS). “É o profissional que está mais próximo do paciente, cuidando de vidas”, definiu o secretário, em seu discurso. 

Sandro Rodrigues ressaltou as conquistas da instituição, após anos “desafiadores”, entre elas, a de formar mais de 4 mil profissionais da área, e fez questão de citar a presença das quatro enfermeiras de formação que integram, ao seu lado, a gestão da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO: as superintendentes de Vigilância à Saúde, Flúvia Amorim; de Ação Integral à Saúde, Danielle Jaques; de Saúde Mental e Populações Específicas, Milena Sales; e da Escola de Saúde de Goiás, Viviane Leonel. Todas têm ligação direta com a instituição, seja na graduação ou na pós-graduação. 

No fim do evento, Sandro Rodrigues e os demais convidados receberam uma menção honrosa, entregue pela coordenadora do curso, Vanusa Usier, que agradeceu a presença dos representantes da secretaria. “Não há como ter a enfermagem sem os campos da prática, e os nossos alunos estão em diversas áreas do Estado”, disse, ao também agradecer a presença do secretário e das superintendentes. “Motiva nossos alunos e professores, mostrando a integração do curso da PUC-GO com a SES-GO”, avaliou. 

As comemorações foram presididas pela reitora da instituição, Olga Ronchi, e contou, ainda, com a presença do secretário municipal de Saúde de Goiânia, Durval Pedroso; do bispo auxiliar da Arquidiocese de Goiânia e vice-presidente da Sociedade Goiana de Cultura, Dom Levi Bonatto; da pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa, Milca Severino Pereira; superintendente-geral da Santa Casa de Misericórdia de Goiânia, Irani Ribeiro de Moura; e da presidente do Conselho Regional de Enfermagem de Goiás (Coren-GO), Edna Batista, entre outros.

José Carlos Araújo (texto) e Iron Braz (foto)/Comunicação Setorial