Doação ao Hetrin reforça estoque de Equipamentos de Proteção Individual da unidade

EPIs são entregues ao Hospital Estadual de Trindade pela Cruz Vermelha Brasileira, em parceria com o Governo de Goiás e a Organização das Voluntarias de Goiás

Representantes da SES, Hetrin, OVG e Cruz Vermelha se reúnem para marcar parceria

O Hospital Estadual de Trindade Walda Ferreira dos Santos (Hetrin) foi contemplado com a doação de Equipamentos de Proteção individual (EPIs) e capacetes tipo Elmo, que se tornaram dispositivos fundamentais para evitar a intubação de pacientes com dificuldades respiratórias no tratamento de combate à Covid-19.

A doação foi feita por meio da Cruz Vermelha Brasileira para a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), em parceria com a Organização das Voluntarias de Goiás (OVG). O diretor da unidade do Governo de Goiás, Getro de Oliveira Pádua, estava presente na solenidade, que ocorreu no sábado (27/11), no auditório da sede da OVG, e destacou a satisfação de participar desse projeto.

“Os colaboradores do Hetrin se sentem realmente felizes pela unidade ter sido escolhida pela SES para ser uma das unidades a receber os EPIs.  Esses equipamentos são realmente de extrema importância, pois auxiliam o trabalho dos profissionais de Saúde que lutam no dia a dia no combate da Covid-19 para salvar vidas”, afirma Getro Pádua.

A unidade de saúde, administrada pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (Imed) se tornou referência em atendimento para a população de Trindade e entorno. Com uma ala exclusiva para o tratamento da coronavírus e profissionais qualificados, o Hetrin foi fundamental para as pessoas se recuperarem e poderem voltar à segurança de seus lares.

O esforço e a dedicação desses profissionais são reconhecidos por meio de inúmeras demonstrações de afeto e gratidão expressadas por pacientes que saem satisfeitos com o atendimento humanizado e gestão qualificada.

No total, a OVG distribuiu 71 mil EPIs para unidades de saúde no Estado. Também foram entregues cartões alimentação para 120 famílias vulneráveis atendidas pelo Centro de Adolescentes Tecendo o Futuro e programas Universitário do Bem (ProBem) e Meninas de Luz. A iniciativa reforça o apoio à segurança alimentar a quem mais precisa, principalmente aos mais afetados pela pandemia da Covid-19.

“O uso de EPIs pelos colaboradores é fundamental para a segurança de todos no Hetrin. E a utilização do capacete tipo Elmo pelos pacientes com síndrome respiratória aptos ao uso do equipamento evita a intubação e acelera a recuperação durante a internação, além de auxiliar na alta hospitalar”, destacou Getro Pádua.

Camila Braunas (texto e foto)/Imed

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.