Hugo celebra Dia Mundial da Segurança do Paciente

Iniciativa visa contribuir para a minimização de riscos e danos ao paciente, refletindo na melhoria da atenção prestada nos serviços de saúde

No dia 17 de setembro, comemora-se o Dia Mundial de Segurança do Paciente. Para compor a campanha e principalmente reforçar a importância dos cuidados quanto aos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde), o Hospital Estadual de Urgências de Goiás Dr. Valdemiro Cruz (Hugo), representado pelo Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente, elaborou uma manhã com animação, música e informação nos setores da unidade.
 
A celebração da data cria condições para que todos os serviços de saúde possam desenvolver atividades que reforcem a prática da segurança do paciente, profissionais e ambientes de assistência à saúde. As iniciativas visam contribuir para a minimização de riscos e danos ao paciente, refletindo na melhoria da atenção prestada.
 
De acordo com o gestor da qualidade e segurança do paciente do Hugo, Uriel Moura Resplandes, foram colocados em todo o hospital cartazes para conscientizar e sensibilizar os profissionais sobre a importância deles na segurança do usuário. Para deixar a ação mais envolvente, a equipe convidou o cantor Divininho, que, por meio da música, chamou a atenção dos profissionais para o tema.
 
“As ações em comemoração ao Dia Mundial da Segurança do Paciente possuem enorme relevância, pois focam em sensibilizar os colaboradores quanto às práticas assistenciais seguras, reduzindo riscos e tornando a permanência dos pacientes no hospital com o mínimo de incidentes e eventos adversos”, explica o gestor. Uriel ressalta que as práticas de segurança vão ao encontro das seis metas internacionais da ONU para a Segurança do Paciente: identificar corretamente o paciente; melhorar a comunicação entre profissionais de saúde; melhorar a segurança na prescrição, no uso e na administração de medicamentos; realização de cirurgia segura em sítio cirúrgico; procedimento e paciente corretos; avaliar os pacientes em relação ao risco de queda e lesão por pressão, estabelecendo ações preventivas. "Todas essas medidas tornam a permanência do paciente no hospital mais segura”, afirma.
 
Para a enfermeira Natália de Paula Reis, o intuito  foi também aproximar os colaboradores da assistência com o Núcleo de Segurança do Paciente para que eles atuem ativamente como promotores das ações de segurança, inclusive notificando possíveis eventos adversos e incidentes. “Iniciativas como esta reforçam a importância de identificar riscos e reduzir a possibilidade de incidentes. A ideia é fortalecer a percepção de que todo o profissional de saúde é um 'Herói da Segurança'", conclui.

 

Assista aos vídeos:

  1. Vídeo 1 - Clique aqui
  2. Vídeo 2 - Clique aqui

 

Hélmiton Prateado (texto) Foto Divulgação

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.