Hospital Regional de Formosa cria programa para homenagear nascimento de bebês 

Ação Bem-Vindo ao Mundo celebra a chegada dos recém-nascidos com cartinhas escritas pelas enfermeiras da unidade do Governo de Goiás no Entorno do DF

Enfermeiras e técnicas do HRF entregam uma das cartinhas à mãe de um recém-nascido

A maternidade de um hospital certamente é a ala que gera muita emoção em quem passa por ali. Dos obstetras, enfermeiras e técnicas às futuras mamães, todos criam uma enorme expectativa e conexão com as novas vidas que surgem neste ambiente regado de amor e carinho.

Na maternidade do Hospital Regional de Formosa (HRF), o momento do parto é tão importante, quanto o puerpério das gestantes. Pensando nisso, a equipe do Alojamento Conjunto (Alcon), onde ficam as mamães e os bebês depois do parto,  desenvolveu nas últimas semanas o projeto Bem-Vindo ao Mundo.

A ação da unidade do Governo de Goiás no município do Entorno do Distrito Federal celebra o nascimento dos recém-nascidos por meio de uma carta escrita pela enfermeira Stefany Caixeta e pelas técnicas Débora Ataídes, Rozinete Pereira e Rosilene Maurício e entregue às novas mamães.

“Eu era enfermeira da Ala Covid-19 e lá vi muitas situações marcantes. Quando vim para o Alcon, senti a necessidade de celebrar a vida dos novos bebezinhos. Foi então que tive a ideia de escrever as cartinhas”, contou Stefany.

Inúmeras mudanças ocorreram no processo de atendimento do HRF, com a administração do Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (Imed). Somente nos últimos cinco meses, o hospital realizou 396 partos, entre naturais e cesáreas.  

A unidade conta com 21 leitos, dos quais 3 para pré-parto e 12 para o pós-parto. Foi justamente neste segundo ambiente onde a enfermeira Stefany criou a oportunidade de humanizar ainda mais o atendimento às gestantes que dão à luz na maternidade.  

Projeto
O projeto Bem-Vindo ao Mundo é uma homenagem materializada em uma carta entregue à nova mãe junto com um balão de ar que simboliza a vida. A mensagem traz votos de felicidades e registra quão especial é a chegada do novo bebê ao mundo. Segundo a enfermeira, a ideia é que mães e pais leiam a cartinha para a criança quando ela crescer e relembrem a data juntos.

O texto de cada carta é personalizado: “Pequena Eloá, ficamos muito felizes com sua chegada e de participarmos desse momento tão especial na vida dos seus papais. Desejamos muita felicidade e luz na sua vida. Você tem um mundo todinho só para você, o explore com muita sabedoria e brilhe bem forte”, diz um dos textos.

A correspondência é assinada pelas enfermeiras e técnicas com os dizeres “Esses são os votos das titias da maternidade.” Para completar, os pezinhos dos bebês são carimbados na folha,  como demonstração de que a criança também participou efetivamente do ato de afeto e cuidado.

A celebração da chegada dos recém-nascidos também é celebrada nas portas dos quartos das puérperas, com a colocação de placas que trazem informações do parto, o nome da mãe e o número do leito em que o bebê está localizado. “Oi, sou o Luiz Gustavo! Nasci no dia 13 de maio de 2021, às 13h40. Minha mãe se chama Valquelis e estou no leito 02.”

Os projetos dão, cada vez mais, a certeza de que a humanização é prioridade no cuidado com a saúde. Certamente, esse acolhimento e toda a atenção dispensada com os bebês e mãezinhas, faz toda diferença, levando segurança para a população de Formosa.

Para Vânia Fernandes, diretora-geral do HRF, os altos números de partos realizados demonstram a confiança das gestantes nos serviços prestados pela unidade. “A população confia no nosso serviço e acredita nesse atendimento humanizado que vem sendo desempenhado pelo HRF. Para a gente, isso é muito significativo”, afirmou Vânia Fernandes.

Dario Vasconcelos (texto e foto)/Imed

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.