Para conter Covid-19, Policlínica de Posse fecha por 14 dias

Unidade do Governo de Goiás cumprirá decreto municipal e só reabrirá na primeira semana de março, já com serviço de hemodiálise

Quando retomar as atividades, em 14 dias, unidade do Governo de Goiás oferecerá serviços de hemodiálise

A Policlínica Regional de Posse ficará fechada pelos 14 dias, conforme decreto municipal, como medida de isolamento para combater a Covid-19. A direção da unidade do Governo de Goiás suspendeu os atendimentos com base na medida publicada pelo prefeito, que segue Nota Técnica da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO).

De acordo com o diretor administrativo da Policlínica de Posse, Thadeu Grembecki, o cumprimento das medidas restritivas é importante para combater a disseminação do coronavírus. “Posse está em uma região classificada como de calamidade e todas as medidas precisam ser adotadas pelas autoridades para evitar a ampliação dessa pandemia. O sistema de saúde enfrenta uma das fases mais críticas da doença e não podemos deixar margem para riscos”, frisa.

Os servidores foram dispensados dos serviços e somente o essencial para a manutenção das instalações e equipamentos será mantido durante esse período. Somente na primeira semana de março, os trabalhos retornarão à normalidade.

A montagem de máquinas e instalações necessárias para a implantação do serviço de hemodiálise na Policlínica seguirão, e no retorno das atividades, já estarão à disposição do Complexo Regulador para encaminhar pacientes renais crônicos. “Logo na primeira semana de março, quando retornarmos, haverá disponibilidade desse serviços de hemodiálise para a população atendida pela Policlínica de Posse”, comenta o diretor.

Hélmiton Prateado/Instituto CEM

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.