Hospital de Itumbiara realiza programação especial pelo Outubro Rosa 

Entre as ações realizadas, refeitório e recepção são decorados com balões, laços e cartazes, para chamar atenção das profissionais da unidade do Governo de Goiás

Colaboradoras do Hospital de Itumbiara simbolizam um abraço coletivo na porta da unidade

Em alusão à campanha de prevenção ao câncer de mama, Outubro Rosa, o Hospital Regional de Itumbiara São Marcos, unidade do Governo de Goiás na região sul do Estado, promoveu na quinta-feira, 15, uma programação especial, voltada à conscientização da doença, com uma série de atividades.

A equipe de psicologia decorou o refeitório e a recepção da unidade com balões, laços e cartazes, para chamar atenção das profissionais da unidade Uma lembrança foi entregue para todas as mulheres do hospital, do qual as colaboradoras ainda utilizaram um laço de fita rosa e simbolizaram um abraço coletivo na porta da unidade.

De acordo com a coordenadora multiprofissional Karine Araújo, o Outubro Rosa é uma campanha criada para chamar a atenção sobre a importância do cuidado e prevenção contra o câncer de mama e câncer de colo do útero. 

“É fundamental chamar a atenção das mulheres sobre este assunto, para que elas entendam a importância de cuidar e prevenir. Essa ação que fizemos no hospital teve por objetivo justamente fazer com que todas as colaboradoras pudessem parar um pouco para refletir sobre esse assunto, que é tão importante. Além disso, promoveu um momento de alegria, de descontração e onde as colaboradoras puderam se sentir especiais e cuidadas”, explica. 

Conscientização
O Outubro Rosa foi criado no início da década de 1990, nos Estados Unidos, pela Fundação Susan G. Komen for the Cure. A data é celebrada anualmente, com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

O câncer de mama é o segundo tipo que mais acomete brasileiras, representando em torno de 25% de todos os cânceres que afetam o sexo feminino. As práticas de atividade física e de alimentação saudável, com manutenção do peso corporal adequado, estão associadas ao menor risco de desenvolver câncer de mama. Cerca de 30% dos casos podem ser evitados quando são adotados esses hábitos. A amamentação também é considerada um fator protetor.

Os principais sinais e sintomas da doença são: nódulo, geralmente endurecido, fixo e indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou nas axilas.

Julianna Adornelas (texto e foto)/INTS

 


 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.