Credeq lança Programa de Reinserção Social

Programa está inserido no Protocolo Terapêutico da unidade de saúde do Governo de Goiás, cujo foco está no paciente e em sua qualidade de vida

Programa considera o trabalho fundamental para construção do novo projeto de vida dos pacientes

O Programa de Reinserção Social do Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), em Aparecida de Goiânia, é uma realidade e tem por objetivo trabalhar com o dependente de substâncias psicoativas (DSP) o seu retorno e permanência ao mercado de trabalho com equidade. O lançamento ocorreu na manhã de quarta-feira, 28, quando foi apresentado por sua coordenadora, a assistente social Cláudia Maria Silva, à diretoria da instituição médica e seus colaboradores, assim como por representantes de empresas públicas. 

O lançamento foi presenciado também por colaboradores do Credeq-Prof. Jamil Issy,  representantes de empresas públicas (Alcione Henrique Giacomete, gestor do Pólo Industrial do Estado de Goiás) e privadas (Bruno Loyola, da Ovo Vitta; e Eduardo Antônio Salustiano, empresário do setor automotivo), assim como de entidade do terceiro setor (Camila Rosa, presidente da Cooperativa Mista dos Agricultores Familiares, a Coomag; e o técnico da Cooperativa, Valons de Jesus Mota). Antes do evento, os convidados conheceram a instituição de saúde. 

O Credeq – Prof. Jamil Issy é a única instituição brasileira a tratar a dependência química no ambiente público, com um protocolo terapêutico equivalente às mais sofisticadas e renomadas clínicas particulares em solo brasileiro.  O Programa de Reinserção Social, que será desenvolvido a partir de seis projetos – Cultivando Vidas, Pensando & Repensando, Mãos na Massa, Mutirão dos Documentos, Sou Mulher, Sou Empreendedora e Volta para a Escola –, está inserido no Protocolo Terapêutico do Credeq – Prof. Jamil Issy, cujo foco está no paciente e em sua qualidade de vida. 

Reformas
O programa também é uma resposta aos cenários resultantes das reformas Psiquiátrica, Trabalhista e Previdenciária, que acentuaram as dificuldades às DSP em sReformase inserirem ao mercado de trabalho, em decorrência da baixa escolaridade, perdas cognitivas, ausência documental, reduzida profissionalização, dentre outras barreiras. Nessa perspectiva, o programa, que será coordenado por Claudia Maria Silva, promoverá a captação de recursos e parceiros, nos setores públicos e privados, dos diversos segmentos para o desenvolvimento e incremento dos projetos. 

O programa do Credeq – Prof. Jamil Issy tem caráter interdisciplinar, com vista a ampliar a percepção individual e a dimensão coletiva, considerando o trabalho fundamental para a construção do novo projeto de vida dos pacientes. Com exceção do Volta para as Aulas, que será direcionado apenas aos pacientes ambulatoriais, o Programa de Reinserção Social terá por público todos pacientes que passam pelo processo de acolhimento, tratamento e acompanhamento (internação e ambulatório). 

 

Carla Monteiro (texto e foto)/Associação Comunidade Luz da Vida