Doadores de sangue devem procurar Hemocentro antes de se vacinarem contra gripe

Diretora da rede de bancos de sangue do Governo de Goiás alerta que após a imunização, o período de inaptidão para doação sangue é de 48 horas

O governo federal antecipou a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe para facilitar e acelerar o diagnóstico da síndrome respiratória Covid-19, causada pelo novo coronavírus e evitar que o sistema de saúde fique sobrecarregado. A imunização começa nesta segunda-feira, 23, pelos idosos e os profissionais de saúde. A diretora-técnica da Hemorrede Pública de Goiás, Ana Cristina Novaes, alerta para que as pessoas procurem uma unidade do Hemocentro antes de se vacinarem para realizar a doação de sangue e /ou plaquetas.

"Após a imunização, é necessário que a pessoa espere um prazo de 48 horas para fazer uma doação de sangue; então é importante que quem estiver saudável e puder doar, procure o quanto antes uma das nossas unidades em Goiânia ou no interior", explica. Ela explica que esse prazo é porque este ano a vacina da gripe H1N1 foi produzida por vírus inativo, que reduziu o tempo de inaptidão do doador de sangue e plaquetas para 48 horas.

Ana Cristina destaca também que, desde o mês de fevereiro deste ano, a Hemorrede Pública de Goiás adotou os novos critérios estabelecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Ministério da Saúde (MS) para segurança dos doares após a confirmação do coronavírus no Brasil. "Estamos com todas as unidades da Hemorrede funcionando normalmente, e já orientamos todos os colaboradores sobre os protocolos adequados para atender doadores e pacientes de forma segura", afirma.

Quem pode doar?
Os requisitos básicos para passar pela entrevista pré-doação de sangue são: estar saudável, ter peso acima de 50kg, apresentar documento com foto válido em todo o território nacional e idade entre 16 e 69 anos, sendo que, antes de completar 18, anos é necessária uma autorização dos pais ou responsáveis e, se acima de 60 anos, ter realizado pelo menos uma doação até essa idade. Quem tomou a vacina da febre amarela deve aguardar 30 dias para fazer uma doação.

Já para doar plaquetas, a pessoa precisa ter idade entre 18 e 69 anos, pesar no mínimo 65kg, de preferência homens, ou mulheres que nunca engravidaram, que estejam em boas condições de saúde e não façam uso de remédios como AAS e anti-inflamatórios. Para fazer a doação, basta levar um documento de identidade oficial com foto e estar bem alimentado, evitando alimentos gordurosos no dia da doação.

Calendário da campanha
A partir de 23 de março: idosos com mais de 60 anos ou trabalhadores de saúde.
A partir de 16 de abril: professores e profissionais de segurança e salvamento.
A partir de 9 de maio: crianças de 6 meses a menores de 6 anos, doentes crônicos, pessoas com 55 anos ou mais, grávidas, mães no pós parto, população indígena e portadores de condições especiais.
Dia D de vacinação: 9 de maio.

Thalita Braga/Idtech
Foto: Banco de Imagens  Comunicação Setorial