Procure o serviço que você precisa:
Quarta, 23 de agosto de 2017

Últimas Notícias

Saúde estadual promove serviços e orienta jovens em projeto do Estado

12/08/2017
Saúde estadual promove serviços e orienta jovens em projeto do Estado
O Parque Flamboyant foi Palco neste sábado, 12, da primeira ação de projeto para jovens da Capital, promovido por inúmeras secretarias e órgãos estaduais, incluindo a Secretaria de Estado da Saúde. A ação, que aconteceu das 8h às 17h, foi criada em lembrança ao Mês da Juventude, comemorado em agosto. No encontro foram ministradas palestras, rodas de conversa,  prática de atividades esportivas e lúdicas, aplicação de vacinas, orientações sobre saúde e entrega de material educativo. As próximas atividades acontecem no dia 19, no Areião e no dia 26, no Parque Itatiaia.
 
No estande da SES, que foi organizado pela Superintendência de Política de Atenção Integral à Saúde (Spais), foram oferecidas vacinas contra HPV, hepatite e meningocócica para a população alvo, com apresentação do cartão de vacina, entrega de Cadernetas do Adolescente, além de orientações diversas. "A expectativa é que a gente traga o jovem para a Saúde, tentando diminuir essa invisibilidade que esse público tem com a área da Saúde", esclareceu Luciene Tavares, subcoordenadora da Saúde do Adolescente do Estado. 
 
Segundo ela, o jovem é visto na saúde como paciente curativo. "É preciso mudar essa realidade e trazer a prevenção para esse público", comentou. Entre os temas tratados estão: saúde sexual e reprodutiva, álcool e outras drogas, gravidez na adolescência, Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), dentre outros assuntos. Nas rodas de conversa o jovem teve a oportunidade de conversar abertamente sobre esses temas.
 
A vacina contra HPV foi disponibilizada no evento devido à baixa procura esse ano. Meninas de 9 a 15 anos e meninos de 11 a 15 anos podem receber a vacina, que previne o câncer de colo de útero, por exemplo. 
 
A caixa Shirlei Aparecida da Silva estava acompanhando o filho no evento e revelou que o adolescente de 13 anos teve dificuldade de aceitar o pedido da mãe de procurar o estande da Saúde. "Tive que conversar muito para ele aceitar. O jovem tem dificuldade de procurar orientações nesse sentido, o que é uma pena, porque é muito importante falar sobre temas como DST e receber vacinas para prevenir doenças. O jovem precisa entender que mesmo nesta idade é preciso se preocupar", disse.
 
O jovem Eliseu Barbosa, de 16 anos, procurou o local e lembrou que muitas doenças na adolescência são consequências da falta de informação. "Acho necessário que nós, jovens, tenhamos mais alertas sobre esses temas", disse. 
 
Organização 
O projeto acontece em parceria com o Conselho Estadual de Juventude, Secretaria da Saúde e da Educação, entre outros órgãos e entidades. 

Recomendar

//-->