Proporção de Internações Hospitalares por Condições Sensíveis à Atenção Primária em Saúde/APS

-Conceito
     Representa um conjunto de problemas de saúde para os quais a efetiva ação da atenção primária diminuiria o risco de internações. É dado pela razão entre o número de hospitalizações sensíveis à APS, definidas pela Portaria SAS Nº 221, e o total de hospitalizações extraídas pela residência do paciente e representada na forma de porcentagem.


-Interpretação
     Indica que, o alto porcentual destas hospitalizações por condições sensíveis à APS, estão associadas principalmente às deficiências na cobertura dos serviços e/ou a baixa resolubilidade da atenção primária para determinados problemas de saúde.

MAPAS
Brasil:
Goiás:
Fonte: SIH-SUS/2010


Gráfico da Série Histórica de Hospitalizações Sensíveis à APS de 2005 a 2010

GRÁFICO:
Fonte: SIH-SUS