Teclas de Atalho

[Alt] + [Shift] + 1em qualquer página do portal, leva diretamente ao começo do conteúdo principal da página.

[Alt] + [Shift] + 2em qualquer página do portal, leva diretamente ao início do menu principal.

[Alt] + [Shift] + 3em qualquer página do portal, leva diretamente ao rodapé da página.

[Alt] + [Shift] + cativa o contraste

[Alt] + [Shift] + aaumenta o tamanho da fonte

[Alt] + [Shift] + ddiminui o tamanho da fonte

[Alt] + [Shift] + rredefine o tamanho da fonte para padrão

Notícias

SES-GO é parceira de conferência sobre assistência farmacêutica

Encontro busca capacitar e conscientizar farmacêuticos, gestores, corpo jurídico e licitatório dos municípios goianos

O papel do farmacêutico nos processos de aquisição de medicamentos nos municípios goianos foi tema de debate na 1ª Conferência sobre Gestão e Planejamento para a Assistência Farmacêutica dos Municípios do Estado de Goiás, realizada na manhã de quinta-feira, 21, no auditório do Ministério Público Estadual, em Goiânia.

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) foi parceira no evento, realizado pelo Conselho Regional de Farmácia de Goiás (CRF-GO). O superintendente de Atenção Integral à Saúde da SES-GO, Sandro Rodrigues, ressaltou a importância da assistência farmacêutica nos municípios, aprimorando os cuidados farmacológicos e os recursos financeiros destinados aos medicamentos.

“Nossa gestão é baseada em um tripé, focado na eficiência operacional e financeira, regionalização da saúde e regulação do acesso aos serviços, e em todas essas frentes também está incluído o trabalho farmacêutico”, pontuou Sandro Rodrigues. O superintendente avaliou que a inserção desses profissionais de forma integrada nas ações de saúde gera ainda mais qualidade de assistência aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).


Para a presidente do CRF-GO, Lorena Baía, reunir farmacêuticos nessa conferência fortalece o trabalho da classe e é uma oportunidade para a troca de experiências exitosas e elaboração de estratégias de saúde por todo o Estado. “A equipe multiprofissional, com trabalho integrado, pode oferecer maior qualidade de serviços para os cidadãos da capital e do interior”, disse.

Saúde Pública

“A conferência foi idealizada pelo Grupo Técnico de Trabalho em Saúde Pública, a partir das demandas dos farmacêuticos que atuam nos municípios goianos para a execução dos ciclos de assistência farmacêutica, planejamento e produção de protocolos”, contou o farmacêutico e diretor-geral da Central Estadual de Medicamentos de Alto Custo Juarez Barbosa (Cemac) da SES-GO, Roney Pereira.

Ele esclareceu ainda que “a assistência farmacêutica é técnica-administrativa, e a parte da aquisição envolve conhecimento farmacêutico sobre legislação, fundamental para abastecer as farmácias públicas”.

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Goiás (Cosems-GO) e o Conselho Estadual de Saúde de Goiás (CES-GO) também apoiaram a realização da conferência, que também debateu o “Plano municipal de saúde, programação anual de saúde, relatório anual de gestão” e “Assistência farmacêutica no SUS: garantia de acesso e segurança do paciente e a responsabilização civil e criminal do gestor público”.

Felipe Cordeiro (texto) e Sebastião Nogueira (fotos)/Comunicação Setorial