Teclas de Atalho

[Alt] + [Shift] + 1em qualquer página do portal, leva diretamente ao começo do conteúdo principal da página.

[Alt] + [Shift] + 2em qualquer página do portal, leva diretamente ao início do menu principal.

[Alt] + [Shift] + 3em qualquer página do portal, leva diretamente ao rodapé da página.

[Alt] + [Shift] + cativa o contraste

[Alt] + [Shift] + aaumenta o tamanho da fonte

[Alt] + [Shift] + ddiminui o tamanho da fonte

[Alt] + [Shift] + rredefine o tamanho da fonte para padrão

Notícias

Saúde alerta público-alvo para se vacinar contra o vírus influenza

Com cobertura de 80,77% em Goiás, orientação aos municípios é que realizem segundo dia D no próximo sábado

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) alerta as pessoas que compõem os grupos prioritários e que ainda não se imunizaram contra a influenza para comparecerem aos postos de saúde. A campanha de vacinação se encerra nesta sexta-feira, 31 de maio. De acordo com os registros do Ministério da Saúde (MS), Goiás alcançou até a manhã desta quinta-feira, 30 de maio, um total de 80,77% de cobertura vacinal e está em 12ª colocação no ranking de pessoas imunizadas entre os Estados do país.

Em Goiás, apenas os grupos dos idosos, das puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto) e dos indígenas superaram a meta de 90% estabelecida como ideal pelo MS (veja quadro abaixo). Em função da baixa cobertura na maioria dos Estados brasileiros, o MS está recomendando a realização de um segundo dia D de vacinação contra a Influenza no próximo sábado, 1º de junho. A Gerência de Imunização e Rede de Frio da SES-GO já orientou os municípios que ainda não atingiram a cobertura vacinal nos grupos prioritários para realizarem a ação.

A gerente de Imunização e Rede de Frio da SES-GO, Clarice Carvalho, conclama os componentes dos grupos prioritários que ainda não receberam a dose a se deslocarem para um dos postos de saúde e tomar a vacina. Ela destaca que a influenza é uma infecção viral aguda, que afeta o sistema respiratório. É altamente transmissível e sujeita a se transformar em epidemias sazonais. “A vacina reduz as internações, as complicações e mortes decorrentes das infecções pelo vírus da influenza”, acentua. A vacina disponibilizada pelo MS para a campanha em todo o país é a trivalente. Ela é segura e protege contra os vírus A/H1N1, A/H3N2 e B.

Liberação para toda a população

Por determinação do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a vacinação contra a influenza será liberada para toda a população a partir do dia 3 de junho, segunda-feira, enquanto durarem os estoques da vacina. O Estado de Goiás segue esta recomendação e orienta a todos os municípios que ainda tiverem estoques da vacina influenza a disponibilizarem as doses a toda a população.

Coberturas vacinais em Goiás

– Puérperas – 97,39%

– Indígenas – 175,12%

– Idosos – 94,74%

– Crianças – 79,7%

– Professores – 75,72%

– Comorbidades – 64,21%

– População privada de liberdade – 59,54%

– Funcionários do Sistema Prisional – 84,05%

– Policiais, bombeiros e militares – 64,37%

Total: 80,77%

Maria José Silva (texto) e Erus Jhenner (fotos), da Comunicação Setorial