Teclas de Atalho

[Alt] + [Shift] + 1em qualquer página do portal, leva diretamente ao começo do conteúdo principal da página.

[Alt] + [Shift] + 2em qualquer página do portal, leva diretamente ao início do menu principal.

[Alt] + [Shift] + 3em qualquer página do portal, leva diretamente ao rodapé da página.

[Alt] + [Shift] + cativa o contraste

[Alt] + [Shift] + aaumenta o tamanho da fonte

[Alt] + [Shift] + ddiminui o tamanho da fonte

[Alt] + [Shift] + rredefine o tamanho da fonte para padrão

Notícias

Hurso realiza sua primeira captação de órgãos em 2019

Procedimento durou pouco mais de duas horas para a retirada de dois rins, que foram encaminhados para transplante

O Hospital Estadual de Urgências da Região Sudoeste (HURSO), unidade da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) em Santa Helena, registrou sua primeira captação de órgãos de 2019. O procedimento bem-sucedido de retirada de dois rins durou pouco mais de duas horas e foi realizado na sexta-feira, 1º, pela Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT).

Participaram da operação profissionais do HURSO, integrantes da Central Estadual de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos de Goiás e da CIHDOTT. Entre eles, a enfermeira Fernanda Rosa, para quem o envolvimento e preparo da equipe foi responsável pelo sucesso do procedimento. “Com todo o empenho, foi realizada a captação de dois rins em funcionamento integral, e já foram encaminhados para a realização do transplante”, comemorou.

Goiás é referência nacional em operações de transplantes, e o HURSO está entre os principais Hospitais a realizar esse tipo de operação no Estado. Isso indica que cada vez mais as pessoas estão se conscientizando sobre a importância do transplante de órgãos e tecidos.

33 unidades hospitalares

De janeiro a outubro de 2018, foram realizadas 71 captações de órgãos efetivas em Goiás. No mesmo período, 33 unidades hospitalares notificaram 322 possiblidades de morte encefálica à Central Estadual de Transplantes. Entre elas, os maiores notificadores e efetivadores foram: Hospital Estadual de Urgências da Região Sudoeste (HURSO), Hospital Estadual de Urgências de Anápolis (HUANA), Hospital Estadual de Urgências de Goiânia (HUGO) e Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia (HUGOL).

Paola Barberis (texto e fotos), da Smart7