Teclas de Atalho

[Alt] + [Shift] + 1em qualquer página do portal, leva diretamente ao começo do conteúdo principal da página.

[Alt] + [Shift] + 2em qualquer página do portal, leva diretamente ao início do menu principal.

[Alt] + [Shift] + 3em qualquer página do portal, leva diretamente ao rodapé da página.

[Alt] + [Shift] + cativa o contraste

[Alt] + [Shift] + aaumenta o tamanho da fonte

[Alt] + [Shift] + ddiminui o tamanho da fonte

[Alt] + [Shift] + rredefine o tamanho da fonte para padrão

Notícias

Gestores de saúde debatem regulação em reunião de trabalho

Durante o encontro, os participantes puderam pontuar os desafios e propor soluções para a regulação do acesso à assistência em Goiás

A regulação do acesso à assistência no Estado de Goiás foi debatida em uma reunião de trabalho realizada na manhã desta segunda-feira, 9, no auditório da Escola de Saúde Pública de Goiás, em Goiânia. O encontro reuniu gestores municipais, estaduais e técnicos de diversos municípios goianos. O evento foi orientado pelo superintendente de Atenção Integral à Saúde (Sais), da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), Sandro Rodrigues, e da nova superintendente do Complexo Regulador em Saúde de Goiás, Neuzilma Rodrigues.

Sandro Rodrigues relatou que o encontro surgiu após uma demanda dos gestores municipais na última reunião ordinária da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) em que solicitavam um plano de trabalho para aperfeiçoamento do sistema regulatório. “Essa é uma pauta que surgiu na última CIB para que haja mais discussão em relação a regulação no Estado. Os municípios reclamam da gestão das vagas realizada pelas Secretarias Municipais de Saúde de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis, devido à dificuldade no acesso às vagas e às longas filas de pacientes que aguardam serviços de saúde”. disse.

Nesse sentido, Sandro Rodrigues lembrou que a SES-GO, como o grande gestor de saúde no Estado, organizou o encontro para que seja o início das discussões para aprimorar a regulação de vagas. “Desde o início da gestão, estamos propondo uma nova lógica de regulação e estamos caminhando por etapas em relação a isso, e esse encontro é uma das etapas para o planejamento de discussão junto aos municípios”, explicou. Durante a reunião, os participantes foram divididos em grupos, para que pudessem apontar os problemas que acreditam existir e, juntos, propusessem as soluções.

Ao final do encontro os grupos explanaram suas propostas. Decidiram também que um documento será criado para ser apresentando na próxima reunião ordinária da CIB, com as lições aprendidas no processo e as sugestões de cada município para fortalecer a regulação em Goiás, uma das bases do tripé da gestão estadual.

Colaboração participativa

Para a secretária Municipal de Saúde de Chapadão do Céu e presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Goiás (Cosems), Verônica Savatin, a participação de todos os municípios na criação de um modelo de regulação e fluxo de serviços é fundamental para que o serviço seja fortalecido e os usuários sejam beneficiados. “Essa reunião é um pontapé inicial na busca pelo aperfeiçoamento na prestação de serviços”, disse.

Segundo ela, pensar a regionalização dos serviços também é importante para que uma rede de serviços seja integrada, fortalecendo os municípios mais carentes. Verônica Savatin pontuou que a distância do seu município até a capital influencia no acesso aos serviços, apesar do grande número de serviços dentro do Estado. “A organização desses serviços precisa ser aprimorada, para que todos consigam usufruir dos atendimentos e os usuários não sofram aguardando vagas”, finalizou.

Felipe Cordeiro, da Comunicação Setorial