Teclas de Atalho

[Alt] + [Shift] + 1em qualquer página do portal, leva diretamente ao começo do conteúdo principal da página.

[Alt] + [Shift] + 2em qualquer página do portal, leva diretamente ao início do menu principal.

[Alt] + [Shift] + 3em qualquer página do portal, leva diretamente ao rodapé da página.

[Alt] + [Shift] + cativa o contraste

[Alt] + [Shift] + aaumenta o tamanho da fonte

[Alt] + [Shift] + ddiminui o tamanho da fonte

[Alt] + [Shift] + rredefine o tamanho da fonte para padrão

Notícias

Cirurgias pediátricas e laserterapia no Terceiro Turno do HMI

O Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI) realizou na primeira semana de atendimento do Terceiro Turno da Saúde, 33 consultas pré-operatórias e sete procedimentos de laserterapia, utilizado no tratamento de problemas vasculares ou dermatológicos. O HMI é referência no atendimento e cirurgias de média e alta complexidade em pediatria no Estado.

As cirurgias terão início na próxima quinta-feira (17 de maio). A expectativa é que sejam realizadas 116 cirurgias pediátricas e 184 consultas por mês. “Estou acompanhando de perto os resultados já apresentados pelo trabalho. Desta vez, as nossas crianças serão atendidas sem prejuízo para o desenvolvimento, já que não estarão mais em uma longa lista de espera”, diz o governador José Eliton que vai visitar o HMI nesta quarta-feira, 16/05 às 21hs.

A previsão é que o programa atenda cerca de 730 pacientes, entre demandas internas do HMI e encaminhadas pelo Complexo Regulador Estadual, que estão na fila de espera desde 2013. No terceiro turno serão feitas cirurgias de rápida recuperação.

Na pediatria, serão realizados procedimentos de retirada de hérnia da parede abdominal, hidrocele, fimose, cistos e lipomas em geral. Já as cirurgias otorrinolaringológicas abrangerão retiradas de amígdala, adenoide e cauterização de cornetos (conchas nasais).

O pequeno Samuel Spíndola, de sete anos, será operado no próximo sábado (19 de maio) das amígdalas e adenóide. Natural da cidade de Damianópolis, que fica a 527 km da capital, o paciente estava em tratamento desde agosto de 2017 com a equipe de otorrinolaringologia do HMI.

Para a mãe, Jaqueline Lins, o agendamento da cirurgia é um presente de aniversário. “Desde quando fomos encaminhados para o HMI, fomos bem atendidos. Estávamos cientes da demora no agendamento do procedimento, mas agora, tenho uma expectativa muito boa não só para a cirurgia, mas também do programa em si, pois há muitas pessoas na fila de espera e tenho certeza que todos serão beneficiados”, analisou.

“Minha maior satisfação como médico pediatra é acompanhar de perto a evolução dos serviços do HMI que também sofreu grande reestruturação nos últimos anos. Só tenho a comemorar por essa iniciativa que diminuirá a aflição dos pais e trará mais conforto e saúde para as nossas crianças”, diz o secretário Leonardo Vilela.

“Na verdade, é uma excelente estratégia para resolver o problema das filas na unidade. Muitas pessoas já estão sendo beneficiadas por esta iniciativa”, relata a diretora técnica do HMI, Sara Gardênia.

A execução do programa Terceiro Turno, de acordo com o secretário Leonardo, é possível graças à reestruturação das unidades com a chegada das Organizações Sociais (OSS) que permitiram ao Estado e aos serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) contabilizarem uma maior oferta de exames, maior qualidade no atendimento, garantia de equipamentos dos mais modernos do país em pleno funcionamento; além de oferta de todos os insumos necessários para o atendimento dos pacientes com segurança e comodidade sob os cuidados de profissionais altamente capacitados.

Sobre o Terceiro Turno – programa prioritário do governo estadual na área da Saúde, foi lançado em 23 de abril para dar fim às filas de espera por exames, consultas e cirurgias especializados. Uma atribuição dos municípios que fazem a gestão de acesso dos pacientes, que o Estado decidiu solucionar, ofertando um turno extra de atendimento ambulatorial e cirúrgico.

O Terceiro Turno da Saúde está em andamento em 11 hospitais estaduais e permite que cirurgias, exames e consultas sejam oferecidos à população à noite e aos sábados. Até dezembro, o Terceiro Turno computará mais de 142 mil atendimentos, entre exames, consultas e mais de 7 mil cirurgias.

Laserterapia em funcionamento – Os procedimentos de laserterapia já beneficiaram mais de 5 mil pessoas desde que teve início em 2006, terão atenção especial todas as quartas-feiras à noite, com o intuito de atender mais de 700 pacientes que esperam pelas sessões de laser desde 2013.

O HMI é o único hospital público goiano que oferece tratamento de hemangiomas e linfohemangiomas, problemas que afetam o bem-estar e a saúde das crianças e que geram sérios transtornos aos pacientes. Para a excelência do serviço, recentemente, o Governo do Estado, via Secretaria de Estado de Saúde, adquiriu equipamento de tecnologia de ponta por R$370 mil.

A nova máquina possui um sistema totalmente computadorizado, com tecnologia de última geração e display touchscreen para ampla programação. O Etherea-MX® é um aparelho eletromédico do tipo plataforma expansível, com tecnologia de laser e luz para tratamentos multidisciplinares em dermatologia, cirurgia plástica e cirurgia vascular.

“Com a variação de ponteiras do aparelho, será possível, inclusive, utilizá-lo no tratamento mais efetivo para hipertricose (também conhecida como síndrome do lobisomem), além dos hemangiomas cavernosos e tuberosos”, explica o cirurgião plástico Rogério Hamu, da equipe do Serviço Especializado em Má Formação Arteriovascular do hospital.

Alívio imediato – O filho da assistente administrativa Sheila Roberta de Araújo, João Vítor, também de sete anos, é um dos pacientes que já aguardava há algum tempo por uma sessão de laserterapia.

A criança, que tem hemangioma plano na parte superior direita de seu corpo, passou pela terapia no primeiro dia de atendimento, depois de esperar por dois anos na fila. “Eu estava muito ansiosa com a retomada do tratamento, pois sei o quanto é importante para a recuperação dele. Foi uma emoção, acompanhada de um alívio muito grande, quando fui contactada pela equipe do HMI com o agendamento das sessões. Cheguei a chorar e meu coração se encheu de esperança novamente”, desabafou a mãe. O menino está em tratamento desde 2013, quando tinha apenas dois anos de idade.

Programa no HMI – O HMI realizará os atendimentos em turno extra, de terça a quinta-feira, das 19h às 22h; e aos sábados, das 7h às 12h. Importante destacar que pacientes que porventura estejam esperando por atendimento dentro do perfil do hospital, façam contato junto à secretaria de saúde de seus municípios, para atualizarem dados cadastrais, e assim poderem ser chamados para participarem do terceiro turno.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!