Teclas de Atalho

[Alt] + [Shift] + 1em qualquer página do portal, leva diretamente ao começo do conteúdo principal da página.

[Alt] + [Shift] + 2em qualquer página do portal, leva diretamente ao início do menu principal.

[Alt] + [Shift] + 3em qualquer página do portal, leva diretamente ao rodapé da página.

[Alt] + [Shift] + cativa o contraste

[Alt] + [Shift] + aaumenta o tamanho da fonte

[Alt] + [Shift] + ddiminui o tamanho da fonte

[Alt] + [Shift] + rredefine o tamanho da fonte para padrão

Plano de Governo – Saúde (2015-2018)

Estratégia 03 – Saúde Pública

    • Objetivo da estratégia – Fortalecer e expandir os serviços de saúde pública para que fiquem mais próximos dos usuários, com foco na qualidade, humanização e excelência da promoção, prevenção, atenção e recuperação das pessoas, por meio da valorização dos profissionais de saúde, de uma gestão inteligente, da construção, reforma ou ampliação da infraestrutura e fazer uso da tecnologia da informação avançada, além da gestão compartilhada entre os entes federados.
    • Programa Gestão da Saúde – Fortalecer a gestão do sistema de saúde, de forma consequente e profissional, utilizando-se de indicadores e tecnologia da informação para tomada de decisões estratégicas em saúde.
    • Conecta SUS – Instituição do Centro de Informações e Decisões Estratégicas em Saúde – Conecta SUS, com base na tecnologia da informação, para congregar informações importantes e determinantes e condicionantes em saúde, com objetivo de tomar decisões estratégicas, para se obter resultados importantes para população.
    • Tecnologia da Informação para as Regionais e Municípios – Garantir aos 246 municípios goianos e 17 regionais da saúde equipamentos de tecnologia da informação necessários para se fazer contatos “on-line”, em tempo real, entre o nível central, as regionais e as unidades municipais, com objetivo de fortalecer a gestão da saúde.
    • Programa de Fortalecimento da Atenção Primária de Saúde – Facilitar o acesso da população à atenção primária da saúde com qualidade e humanização, com profissionais de saúde qualificados e exames complementares laboratoriais básicos além de equipamentos médico-hospitalares essenciais.
    • Saúde da Família – Ampliar a estratégia de saúde da família e qualificação dos seus profissionais, em todo o Estado, especialmente nos municípios com cobertura menor de 50%;
    • Médicos para o Interior – Prover de profissionais médicos os municípios, onde se fizer necessário, mas com condições de trabalho, incluindo equipe, infraestrutura e equipamentos médico-hospitalares básicos;
    • Laboratórios para os Municípios – Garantir que todos os municípios tenham laboratórios de análise clínicas para fazerem exames complementares básicos essenciais;
    • Equipamentos Médico-Hospitalares Essenciais – Garantir que todos os municípios que necessitem tenham acesso facilitado a equipamentos médicos essenciais, tais como desfibrilador, ultrassom obstétrico e eletrocardiógrafo.
    • Programa de Ampliação da Atenção Hospitalar com Gestão Inteligente – Ampliar a Rede Hugo com a inauguração de hospitais do Norte do Estado, Entorno do Distrito Federal e Goiânia, áreas consideradas mais desassistidas, assim como a construção de hospitais destinados à atenção à mulher e ao idoso, segmentos da sociedade que necessitam de atenção especial.
    • Rede Hugo – Ampliar a Rede Hugo de hospitais de urgência no interior, finalizando e inaugurando os hospitais de Uruaçu, Santo Antônio do Descoberto e Águas Lindas de Goiás;
    • Hospital do Entorno – Construção do Hospital do Entorno Sul do Distrito Federal com tamanho semelhante ao do Hugo 2 para atender uma população de cerca de 750 mil habitantes;
    • Hospital da Mulher – Construção do Hospital da Mulher de Goiânia;
    • Hospital da Criança – Adequação e reestruturação do Hospital Materno Infantil para atendimento exclusivo à criança;
    • Hospital do Idoso – Construção do Hospital do Idoso na antiga Colônia Santa Marta;
    • Programa de Regionalização com a Saúde Perto do Cidadão – Implantação de quatro unidades na Rede Estadual de Goiânia, Santo Antônio do Descoberto, Uruaçu e Águas Lindas.
    • Consórcios públicos –  Instituir 17 consórcios públicos intermunicipais de saúde como forma de fortalecer o gerenciamento regional da saúde no Estado de Goiás;
    • Rede AME – Ambulatório Médico de Especialidades – Finalizar a construção de seis AME localizados nas cidades de Posse, Formosa, Goiás, São Luis de Montes Belos, Quirinópolis e Goianésia, além de construir mais outras cinco unidades no interior do Estado em Rio Verde, Ipameri, Iporá, Porangatu e Região Entorno Sul;
    • Rede Credeq – Centro de Referência e Excelência em Dependência Química – Finalizar a construção dos Credeq de Morrinhos, Goianésia, Caldas Novas e Quirinópolis. Iniciar a construção de mais cinco Credeq no interior do Estado;
    • Rede Credeq – Centro de Referência e Excelência em Dependência Química – Finalizar a construção dos Credeq de Morrinhos, Goianésia, Caldas Novas e Quirinópolis. Iniciar a construção de mais cinco Credeq no interior do Estado;
    • Medcasa –  Entregar medicamentos de alta complexidade na casa de cada um dos usuários que necessitam desse serviço;
    • Hospitais Regionais – Resgatar para o Governo do Estado de Goiás os dez hospitais regionais municipalizados, em comum acordo com os municípios, promovendo a reforma e ampliação dessas unidades e colocando-as sob gestão de OSs. Fazer o custeio dos mesmos na forma de cofinanciamento entre o Estado e os Municípios;
    • Rede CRO  – Centro de Referência em Odontologia – Implantação de 17 centros especializados em odontologia de média e alta complexidade.
Baixar Plano de Governo Completo